Quais foram as principais atualizações do Google em 2015 e como elas afetaram seu blog?

Anualmente são realizadas centenas de atualizações do Google em seus algoritmos, sempre com o objetivo de oferecer para os seus usuários os conteúdos mais relevantes e com maior qualidade de acordo com suas buscas.

Apesar de muitas destas atualizações não influenciarem de forma tão significativa nos resultados das buscas, é muito importante que os profissionais de marketing responsáveis pelo sucesso de suas páginas acompanhem de perto quais mudanças podem realmente impactar no sucesso de seu negócio, e principalmente, em como estas mudanças podem afetar seus blogs ou mesmo sua estratégia de conteúdo.

Por este motivo, listamos aqui as principais atualizações do Google que aconteceram em 2015 e como elas irão influenciar o trabalho dos gestores de marketing:

Panda 4.2

O Google Panda, algoritmo criado pelo Google para avaliar a relevância e a qualidade do conteúdo das diversas páginas pela internet foi atualizado, chegando na sua versão 4.2 e foi uma das principais atualizações do Google em 2015.

Logo após o lançamento desta atualização o Google confirmou que ela afetou diretamente os resultados de 2% a 3% das buscas realizadas em inglês, um número menor de alterações se comparado a última atualização do Google Panda, que afetou os resultados de 3% a 5% das buscas.

O próprio Google reforçou que as alterações foram muito pequenas, soando mais como um novo setup do algoritmo do que uma atualização propriamente dita e que isso pouco irá mudar a forma que o algoritmo encara as buscas antes desta atualização.

E assim como nas últimas atualizações do Google Panda o impacto imediato não foi muito claro e, por este motivo, é indispensável acompanhar a variação nos resultados de busca para identificar ações em potencial.

Entre as boas práticas apontadas por conta desta última atualização, podemos destacar a importância de atualizar o blog com frequência, principalmente se seu blog sofreu consequências negativas por conta desta atualização.

O importante é saber que, caso você tenha sido impactado negativamente por isso, ainda há tempo de corrigir os erros e voltar a se posicionar melhor nas buscas se fizer os ajustes corretos.

RankBrain

O RankBrain é uma experiência do Google que usa a inteligência artificial para ajudar no processamento das buscas e o posicionamento das páginas.

O grande destaque do RankBrain é que o algoritmo é capaz de aprender sozinho sobre o comportamento das páginas e é capaz de mudar a maneira como lida com os resultados das buscas de forma dinâmica.

Desta forma, o RankBrain busca identificar sinônimos das palavras e termos usados pelos usuários nas buscas, ou mesmo suas versões no plural, coletivos e etc.

E alem destas variações em palavras específicas, o RankBrain também permite que o algoritmo entenda melhor as buscas com mais de uma palavra-chave, as chamadas long tail keywords.

Sendo assim, podemos dizer que o RankBrain ajuda o algoritmo do Google a interpretar melhor os termos de busca e traduzir de uma forma que o algoritmo entenda a intenção do usuário ao realizar determinada busca e ainda oferecer para ele as melhores páginas de acordo com sua busca.

É importante destacar que o RankBrain não veio substituir os principais algoritmos do Google, mas sim para interpretar a intenção do usuário ao realizar as buscas, encontrando as páginas que não necessariamente trabalham com determinada palavra-chave, mas são capazes de responder à dúvida do usuário de forma eficiente.

O Quality Update

Como o próprio nome desta atualização do Google sugere, o Quality Update modifica a forma como o Google identifica as páginas consideradas de maior qualidade em comparação com as concorrentes.

Esta última atualização o Google muda a forma que o algoritmo identifica os sinais de qualidade dentro de uma página.

Conforme anunciado pela empresa, as mudanças não estão concedendo um peso maior a características específicas do conteúdo, mas alguns testes realizados pela Hubpages sugerem que o Quality Update está dando maior credibilidade para as páginas e blogs de informação, ou mesmo tutorias que dão dicas sobre “como fazer”.

Mas é importante destacar que, de acordo com o Google, esta atualização não aconteceu para impactar uma classe específica de sites ou blogs, mas sim para melhorar a forma como o algoritmo identifica o que é uma página de qualidade.

Por isso, o ideal é continuar focando os esforços na criação de conteúdo de qualidade que esteja de acordo com os desejos e anseios de seu público-alvo.

O Mobile Update ou o “Mobilegeddon”

Em um movimento raro, o Google anunciou uma atualização que iria mudar toda a forma de rankear os sites em dispositivos móveis, dando total preferência para os sites mais amigáveis para estes dispositivos.

Muitos encararam esta atualização como o verdadeiro apocalipse e ficaram receosos com os resultados que trariam para as buscas realizadas nos dispositivos móveis, mas na prática os impactos foram muito menores que o esperado.

De fato, o principal objetivo desta atualização do Google foi tornar a navegação através dos dispositivos móveis mais agradável para os usuários, garantindo uma melhor experiência com os resultados obtidos em suas buscas.

E um dos aspectos mais importantes deste foi a importância maior dada para os sites amigáveis para os dispositivos móveis que, no geral, passam a ser melhor avaliados a partir de agora.

Esta mudança faz com que os resultados mobile sejam bem diferentes dos resultados gerados nas buscas em desktops, fazendo com que a preocupação com sites responsivos ou pensados exclusivamente para os dispositivos móveis seja ainda maior.

Para ter certeza que sua página não será influenciada negativamente por esta mudança, você pode usar o Teste de Compatibilidade com dispositivos móveis do próprio Google, que irá apontar a necessidade de realizar ajustes em sua página.

Estas foram as principais atualizações do Google em 2015 e que poderão influenciar diretamente no posicionamento de seu blog nas buscas do Google.

Fonte: Marketing de Conteúdo