O amadurecimento do mercado de influenciadores digitais

Os influenciadores digitais se tornaram os queridinhos das marcas e agências de marketing, principalmente pelo forte alcance que possuem ao transmitir conteúdo. Eles devem receber um investimento 30% maior de anunciantes neste ano, pois seus números estão cada vez mais expressivos.

Com curtidas e visualizações em grandes números, todas as empresas querem trabalhar com jovens empreendedores. Na prática, esta vontade conta com falhas que atrapalham o crescimento deste mercado. Dentre os principais exemplos estão o controle de criação de conteúdo, a confiança na quantidade de seguidores e a baixa remuneração oferecida a estes profissionais.

O motivo deste comportamento? A visão limitada do marketing tradicional. Com base na linguagem publicitária antiga e desconfiança no potencial de alcance, as webcelebridades continuam desacreditadas pelos gestores, porém, são os únicos que podem ensiná-los sobre novas formas de comunicação com o consumidor. Estes novos pensamentos podem ferir as mentes mais céticas do mercado, mas o marketing digital e as novas ferramentas de comunicação já são realidade.

Trazer estes personagens para as reuniões de Marketing é uma das soluções sugeridas para levar o mercado brasileiro ao primeiro lugar no campo digital. “Muitas empresas querem criar um passo a passo e ainda vender como faziam em modelos antigos, em formato de anúncio. Em se tratando de redes sociais é preciso fugir desse caminho”, conta o sócio-diretor da IWM Agency e especialista em Influenciadores Digitais, Felipe Iacocca, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Fonte: Mundo do Marketing