Netflix em conflito com donos de cinema?

Se você é usuário do Netflix certamente já passou pela sua cabeça inúmeras sugestões de filmes que o serviço ainda não disponibiliza. Desde produções mais recentes até clássicos da sétima arte. Não adianta negar, todo mundo já pensou que pra ser perfeito, podia ter aquela comédia nova ou aquele clássico do terror.

Pois imagine se a sugestão dada pelo diretor de conteúdo do Netflix, Ted Sarandos, fosse acatada. O executivo disse, recentemente, que os novos filmes deveriam ser liberados para o streaming do site ao mesmo tempo em que chegarem às salas de cinema.

Sarandos fez essa afirmação em meio a críticas feitas por ele aos donos das redes de cinema, durante o Independent Film Forum. Para ele, esses empresários impedem a competição e a consequente inovação do mercado. O foco de Sarandos era o tempo entre um lançamento nos cinemas e a chegada do filme em DVD e Blu-ray, para só depois poder ser disponibilizado no serviço.

A resposta da Associação Nacional de Donos de Cinema dos EUA foi rápida, por meio de um comunicado de seu presidente, John Fithian: “O único negócio que seria ajudado pelo lançamento simultâneo com o Netflix é o Netflix”

Sarandos, por sua vez, recuou de sua ideia “revolucionária” recentemente, amenizando os próprios comentários anteriores. Vale lembrar que a Netflix produz seriados originais e tem interesse em investir em longas metragens também.