Campus Party Brasil 2014, em São Paulo, será a maior realizada no país

Como já ocorre há sete anos, o mês de janeiro traz a expectativa de mais uma edição da Campus Party, o maior evento de tecnologia e cultura digital do mundo, que desembarca em 2014 novamente no Brasil, entre os dias 27 de janeiro e 2 de fevereiro, no Anhembi Parque, em São Paulo. Como em suas últimas edições, a Campus Party Brasil (CPBR) cumpre a promessa de expandir suas atividades e tornar-se a maior já realizada em solo brasileiro e uma das maiores do mundo.

A Futura Networks, organizadora do evento, informou que este foi o primeiro ano em que as inscrições foram esgotadas com 70 dias de antecedência e com público recorde. Serão oito mil campuseiros (como são chamados os participantes) vindos de todo o Brasil, que irão acampar em uma área maior e, promete a organização, também mais organizada que a da última edição.

Caravanas, Open Campus e Startup & Makers Camp

A CPBR 2014 vai receber milhares de seus campuseiros em caravanas. Este ano serão 64 vindas de 22 estados. Os que mais terão caravanas no evento serão Bahia (11), Minas Gerais (9) e São Paulo (7). Em comparação, a edição 2013 recebeu 46 caravanas de 19 estados brasileiros.
Como é de costume, além da área principal destinada a quem comprou ingressos, a CPBR7 terá uma área aberta ao público. Dessa vez chamada de Open Campus, ela não só reunirá empresas de tecnologia como expositoras, mas será também um local dedicado a assuntos de caráter formativo e empreendedor para as mais de 160 mil pessoas esperadas durante o evento. A média de visitantes na área gratuita chega, portanto, a mais de 26 mil por dia – o primeiro dia é dedicado somente à imprensa.

Lá será instalada a Startup & Makers Camp, uma espécie de vitrine para jovens empreendedores brasileiros mostrarem seu talento para possíveis investidores do mundo da tecnologia. Serão 300 startups impulsionadas, que terão a chance de apresentar seus projetos e buscar financiamento, que pode chegar a R$ 2 milhões. Além disso, o espaço vai oferecer oportunidade para formação de dez mil pequenas e micro empresas, que poderão receber informações para tornarem-se sustentáveis e competitivas em seus respectivos setores de atuação.

Conteúdo de sobra

Mais uma vez, a Campus Party também vai superar seus números em termos de conteúdo. Em 2014, serão mais de 500 horas de palestras, em 18 temáticas diferentes, realizadas em 13 cenários. Entre os convidados, o destaque vai para Bruce Dickinson, vocalista do Iron Maiden, que falará sobre sua experiência como empreendedor na área de aviação.

Estão também confirmados Marcelo Ballona, cofundador do site de e-commerce Submarino, Leo Johnson, cofundador da Sustainable Finance, conselheiro em sustentabilidade e colunista de CNN e Washington Post; o economista e psicoterapeuta Maickel Melamed, embaixador da Boa Vontade da ONU na Venezuela; Mark Levalle, vice-presidente de desenvolvimento de negócios e estratégia da PayPal; e Sean Carasso, empreendedor social e fundador do projeto Falling Whistles, que faz uma grande campanha pela paz no Congo.

Espaço físico na Campus Party

Para comportar todo esse volume de atividades e visitantes diários, juntos às oito mil pessoas inscritas, a Campus Party acontece mais uma vez no Anhembi Parque, uma das maiores estruturas para convenções existentes na América Latina. Somados os pavilhões norte/sul e oeste, o Pavilhão de Exposições do Anhembi Parque conta com incríveis 76,3 mil m² de área, maior até que o Estádio do Morumbi, cuja área reservada para o público mede 62,4 mil m². Não é de surpreender, portanto, que o Anhembi Parque, seja responsável por cerca de 30% de todos os eventos de grande porte da capital paulista.

Apesar das dimensões do local, a organização do evento já teve problemas no passado para acomodar confortavelmente todos os participantes no camping. Porém, promete, em 2014, uma nova estrutura que dê conta do aumento do número de pessoas, ao mesmo tempo em que melhora a logística de acampamento.

A melhor novidade até agora com relação à infraestrutura do evento, porém, não diz respeito ao espaço. A conexão à internet, disponível via cabo pela Telefônica-Vivo, será 30% mais rápida, passando dos 30 Gbps da edição 2013 para 40 Gbps na CPBR7.

Fonte: TechTudo